Enter your keyword

Peeling

A busca de uma pele saudável, viçosa e bonita é um desejo comum de homens e mulheres.

No arsenal dos recursos oferecidos, o peeling químico desponta como um dos procedimentos mais procurados para rejuvenescer e melhorar a aparência da pele.

A pele:

É o maior órgão do corpo humano e é também o mais prejudicado pela ação do tempo. É responsável pelo controle da temperatura corporal e pela proteção dos demais órgãos contra raios solares e contra a ação do meio ambiente. A pele é formada por três camadas:

A epiderme é a camada externa, constituída por células responsáveis pela produção de queratina. A derme é a camada intermediária. Nela, são produzidas duas proteínas que sustentam as estruturas desse órgão: o colágeno e a elastina. O colágeno dá firmeza e a elastina confere elasticidade. Já a última camada, a hipoderme, é composta basicamente por células adiposas. Uma das funções dessas células é isolar termicamente o corpo.

Envelhecimento da pele:

Um dos fatores que levam ao envelhecimento da pele é a perda de parte das fibras colágenas e elásticas. Com isso, a pele se torna flácida e enrugada, sem brilho e maciez.  Isso se dá por diversas razões, como a ação do tempo, da gravidade e da falta de tonicidade nos músculos. Também ocorre por influência da genética e de fatores ambientais, como a exposição solar inadequada, o fumo e a má alimentação.

Aplicação:

O Peeling Químico consiste na aplicação de substâncias combinadas sobre a pele, que promovem a descamação, remoção de células mortas e assim a sua renovação.

Durante esse processo, as camadas mais profundas da pele são estimuladas a produzir e remodelar o colágeno, originando uma pele mais clara, macia, lisa e firme.

Os Peelings Químicos são indicados para reduzir as rugas, cicatrizes, manchas, e envelhecimento de pele, tanto no rosto como no corpo.

As substâncias mais utilizadas são Ácido Glicólico, Retinoico, Mandélico, Lático, Salicílico, Tricloroacético, Solução de Jessner, Pasta de Resórcina e Fenol.

De acordo com a substância utilizada e sua concentração, os Peelings podem ser superficiais, médios e profundos. Após a avaliação médica, será prescrito o uso de cremes com o objetivo de preparar a pele.

Com isso, é possível obter maior uniformidade da ação, maior velocidade de reparação e menores chances de complicações.  O seu médico poderá também prescrever remédios antivirais para serem usados antes e depois do procedimento. O uso de protetor solar também será indicado pelo seu médico. Para evitar o risco de infecções e má cicatrização, o paciente não deve manipular a crosta ou arrancar a pele que está descascando. Estas camadas caem naturalmente.

Dúvidas e dicas

Confira abaixo a relação de dúvidas e dicas sobre o procedimento.

  • No que consiste o Peeling Profundo
    A combinação de substâncias químicas usadas atinge tanto a epiderme quanto a derme profunda, realizando uma renovação das camadas mais profundas.
  • Provoca a formação de muitas crostas, exige mais cuidados no pós-procedimento e um tempo maior de afastamento das atividades normais.
  • No que consiste o Peeling Médio
    A combinação de substâncias químicas usadas neste Peeling ultrapassa a camada mais superficial da pele e por isso, requer mais cuidados e maior tempo de afastamento das atividades diárias.
  • A descamação é mais intensa porque atinge as camadas mais internas da pele.
  • No que consiste o Peeling Superficial
    A combinação de substâncias químicas usadas neste Peeling atinge apenas a camada epidérmica, e por isso é um procedimento muito seguro. Causa uma fina descamação e estimula a renovação do colágeno que proporciona firmeza à pele. É possível voltar às atividades normais no dia seguinte.
  • No entanto, a pele pode ficar um levemente vermelha e apresentar descamação, o que melhora em poucos dias.
  • Como é um tratamento bastante suave, exige mais de uma sessão para obter resultados.
Entre em Contato

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem