Enter your keyword

Redução de Mamilo

O mamilo é a parte da mama que corresponde à porção mais externa da glândula mamária e compreende a junção e ponto de abertura dos ductos mamários. É por ele que o leite materno jorra durante a lactação. À sua volta, existe uma área circular de pele rosada ou mais escura chamada de aréola cuja pele possui inúmeras glândulas, sendo algumas mais projetadas. A aparência diversificada do mamilo relaciona-se a vários fatores: aspectos estruturais, cor da pele, tamanho das mamas, idade, fase hormonal, amamentação (lactação), taxa de gordura corporal, exposição ao sol, estado emocional, exposição a temperaturas baixas, dentre outros.

Uma das formas de se descobrir algum sintoma de câncer da mama é através do autoexame, apalpando os mamilos. A saída de secreção abundante e sanguinolenta ou retrações com descamação no mamilo devem ser investigadas por um especialista logo que forem notadas.

O mamilo é uma parte muito valorizada, não somente por sua função no aleitamento dos mamíferos, mas também por seu aspecto estético e por ser uma zona erógena. Deste modo, homens e mulheres podem apresentar o desejo de reduzir um mamilo hipertrófico, corrigir um mamilo invertido ou mesmo reconstruí-lo se este for perdido após uma cirurgia de mastectomia por câncer. O mamilo reconstruído passa a se chamar de neomamilo pelos médicos.

Homens ou mulheres, quando possuem mamilos muito desenvolvidos, ou seja, hipertrofiados, são os candidatos preferenciais ao procedimento cirúrgico de redução. Em geral, se queixam porque possuir essa parte muito desenvolvida os constrange e chama a atenção quando vestem uma roupa mais justa ou ainda quando estão despidos.

Os homens que têm o hábito de ficar com o torso à mostra, sem camisa, podem sofrer provocações e serem alvos de brincadeiras de mau gosto. Atenção, homens: hipertrofia de mamilo é uma coisa, fica restrito apenas ao mamilo, enquanto que a ginecomastia corresponde à protuberância glandular que projeta toda a aréola e o mamilo. Na dúvida, é sempre bom procurar o cirurgião plástico para um diagnóstico preciso e para fazer a correção apropriada.

As mulheres com hipertrofia de mamilo podem se sentir envergonhadas por essa parte estar mais aparente que o normal, principalmente quando o fato atrai olhares desagradáveis. Muitas chegam a usar esparadrapo ou micropore para disfarçar a região, a fim de tornar os mamilos menos evidentes. Entretanto, a regra não é geral. Há os que gostam dos mamilos grandes, não se incomodam e até aproveitam para chamar mais atenção, colocando piercings, o que está na moda.
É possível reduzir o tamanho do mamilo através de cirurgia, mantendo a capacidade de amamentar e sem interferir na sensibilidade do local. Há algumas variações técnicas, que são avaliadas e indicadas conforme cada caso. A cirurgia de redução do mamilo pode ser realizada isoladamente ou associados a outros procedimentos plásticos.

A redução de mamilo é um procedimento cirúrgico de caráter ambulatorial. Contudo, se estiver associado à outra cirurgia de maior porte, deverá ser realizada em um centro cirúrgico de hospitais ou clínicas especializadas, necessitando a internação do paciente. A cirurgia tem a finalidade de reduzir o tamanho do mamilo e manter a sua projeção dentro de um padrão desejado. Apesar de ser possível realizar essa redução, ninguém quer ficar sem mamilo. Em certos tipos de mastectomia (retirada da mama por tumor), o mamilo também é retirado, necessitando de posterior reconstrução. Essa cirurgia pode ser realizada após o procedimento de reconstrução das mamas, através da utilização de diversas técnicas.

Dúvidas e dicas

Confira abaixo a relação de dúvidas e dicas sobre o procedimento.

  •  Cuidados gerais com o pós operatório:
    Siga exatamente as informações fornecidas pelo médico para evitar cicatrizes, inflamações, inchaços, assim conseguindo uma recuperação mais rápida e confortável. É importante também seguir algumas recomendações gerais:
    – Repousar é fundamental;
    – De acordo com o procedimento efeito alguns movimentos podem ter restrições, pergunte ao seu médico qual movimento você pode ou não realiazar;
    – Priorize uma alimentação leve e natural;
    – Sempre que indicado usar modelador;
    – Realizar drenagem linfática para eliminar inchaços e possíveis hematomas;
    – Os curativos devem ser trocados de acordo com as prescrições do médico;
  •  Cuidados gerais com o pré-operatório:
    Antes de efetuar qualquer cirurgia é fundamenta estar com o corpo preparado para que o procedimento e a recuperação alcancem o resultado esperado. Também é muito importante esclarecer todas as informações com o médico.
    Além das recomendações referentes ao procedimento escolhido que irá realizar, as listadas abaixo devem ser levadas em consideração sempre:
    – Informar o médico no caso de alguma infecção ou gripe, nestes casos geralmente a cirurgia é adiada para uma recuperação completa do organismo;
    – Não ingira comidas muito pesadas na véspera da cirurgia, evite ao máximo ingerir bebidas alcoólicas e fumar;
    – 15 dias antes da cirurgia é fundamental cessar o uso de todo e qualquer medicamento a base de ácido acetil-salicílico (AAS, Aspirina, Bufferin, Melhoral), evitar diuréticos e medicamentos de efeito anticoagulante.
    – Para eliminar impurezas aconselhamos fazer drenagem linfática;
Entre em Contato

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem