Enter your keyword

Mamilo Invertido

O mamilo invertido é um problema estético e funcional que se caracteriza pelo bico da mama apresentar-se na maioria das vezes permanentemente retraído para dentro, uma vez que seu plano ou posicionamento fica abaixo da linha da pele, podendo ser uni ou bilateral.

A inversão dos mamilos pode beneficiar a entrada de germes e bactérias nas mamas, propiciando o surgimento de frequentes infecções.  Normalmente não interfere na sensibilidade do bico, mas em determinados casos, há a perda provisória ou, mais raramente, definitiva de sua sensibilidade.

Segundo especialistas, a inversão de mamilos ocorre com mais frequência nas mulheres, mas também pode acometer os homens. Em geral, a queixa é estética, pelo fato de o bico do seio ficar para dentro. Algumas mulheres ficam incomodadas e constrangidas com a inversão do mamilo por se sentirem anatomicamente diferentes das demais mulheres, interferindo até mesmo na sexualidade. Além do problema estético, o temor de não poder amamentar também é de grande preocupação, uma vez que pode dificultar o bebê de sugar o leite materno.

O mamilo invertido possui três classificações:

Grau I: Quando o mamilo fica visível facilmente com a manipulação, ou mais raramente sem o toque e que se mantém normal após a exteriorização.

Grau II: Quando o mamilo só aparece quando há manipulação e logo se retrai novamente.

Grau III: Quando o mamilo fica permanentemente invertido, ou seja, jamais aparece. A maioria dos casos é classificada como grau I ou II, nos quais a amamentação é prejudicada, mas ainda é possível fazê-la. Já o último grau, é mais raro e inviabiliza a amamentação ou causará muita dor e lesões durante a sucção.

Diversas técnicas são utilizadas no tratamento dos mamilos invertidos, que podem ser normalizados com massagens, através do uso de conchas plásticas que aumentam a projeção dos mamilos ou também com cirurgia plástica. Mas, para corrigir efetivamente o problema, existe o procedimento cirúrgico de reversão dos mamilos. Nesse procedimento, é feita uma incisão no mamilo e na aréola, para que o cirurgião possa retirar as aderências teciduais que mantêm o mamilo invertido e assim liberá-lo para ser normalmente projetado.

De acordo com a complexidade de cada caso, s ductos galactóforos são preservados na maior parte possível. Esse procedimento pode ser realizado isoladamente, pode ser associado à colocação de prótese mamária através da mesma incisão, ou pode até mesmo ser acompanhado de outros procedimentos de cirurgia plástica em outras partes do corpo.

Procedimento de reversão de mamilos invertidos:

A cirurgia de correção do mamilo invertido é um procedimento cirúrgico e deve ser realizado em centro cirúrgico. Poderá ser realizada a partir dos 15 anos de idade ou após o término do crescimento mamário.

Confira mais informações quanto ao procedimento de reversão dos mamilos:

Técnicas/cicatriz: o procedimento cirúrgico inicia com uma incisão no mamilo e na aréola. Em seguida, o cirurgião retira as aderências teciduais que mantêm o mamilo invertido e o coloca em posição normal.

Tipo de anestesia: local, com ou sem sedação; geral, se estiver associado com outra cirurgia de maior porte.

Internação hospitalar: a cirurgia é ambulatorial quando isolada e o paciente poderá ter alta logo a seguir. Haverá necessidade de permanecer internado por 24 horas somente para casos de associação com outras cirurgias.

Duração da cirurgia: a reversão de mamilos invertidos pode durar de 20 a 40 minutos, dependendo se o caso for uni ou bilateral.

Recuperação: o paciente deverá aguardar sete dias para a retirada dos pontos.

Sensibilidade: pode sofrer alguma alteração no primeiro mês, mas voltará ao normal gradualmente; a ocorrência de dor no pós-operatório é compatível com o uso adequado de medicamentos. O fato de o paciente ser mais ou menos sensível à dor também deve ser considerado.

Amamentação: é mantida a capacidade de lactação (é importante dizer que a própria alteração anatômica do mamilo invertido muitas vezes causa dificuldade para o fluxo do leite através do mamilo, com ou sem cirurgia).

Limitações: é preciso evitar a exposição à luz solar, dirigir automóvel e fazer exercícios físicos no primeiro mês.

Dúvidas e dicas

Confira abaixo a relação de dúvidas e dicas sobre o procedimento.

  • Cuidados gerais com o pós operatório:
    Siga exatamente as informações fornecidas pelo médico para evitar cicatrizes, inflamações, inchaços, assim conseguindo uma recuperação mais rápida e confortável. É importante também seguir algumas recomendações gerais:
    – Repousar é fundamental;
    – De acordo com o procedimento efeito alguns movimentos podem ter restrições, pergunte ao seu médico qual movimento você pode ou não realiazar;
    – Priorize uma alimentação leve e natural;
    – Sempre que indicado usar modelador;
    – Realizar drenagem linfática para eliminar inchaços e possíveis hematomas;
    – Os curativos devem ser trocados de acordo com as prescrições do médico;
  • Cuidados gerais com o pré-operatório:
    Antes de efetuar qualquer cirurgia é fundamenta estar com o corpo preparado para que o procedimento e a recuperação alcancem o resultado esperado. Também é muito importante esclarecer todas as informações com o médico.
    Além das recomendações referentes ao procedimento escolhido que irá realizar, as listadas abaixo devem ser levadas em consideração sempre:
    – Informar o médico no caso de alguma infecção ou gripe, nestes casos geralmente a cirurgia é adiada para uma recuperação completa do organismo;
    – Não ingira comidas muito pesadas na véspera da cirurgia, evite ao máximo ingerir bebidas alcoólicas e fumar;
    – 15 dias antes da cirurgia é fundamental cessar o uso de todo e qualquer medicamento a base de ácido acetil-salicílico (AAS, Aspirina, Bufferin, Melhoral), evitar diuréticos e medicamentos de efeito anticoagulante.
    – Para eliminar impurezas aconselhamos fazer drenagem linfática;
Entre em Contato

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem